Breve História do Povo Judeu

Capítulo 2
AS SEITAS PRINCIPAIS DO JUDAÍSMO



SEGUNDO o historiador Flávio Josefo eram três as seitas ou partidos em que estava dividido o judaísmo nos últimos dois séculos anteriores à era cristã: os fariseus, os saduceus e os essênios. Com exceção da seita dos ebonitas, da qual nos ocuparemos extensamente por sua importância e transcendência, não se pode afirmar com segurança que hajam existido outras seitas antes destas.

A única entre as mais antigas manifestações de diferenciação que teve quase o caráter de uma seita foi a dos Nezirim. Eles, todavia, distinguiam-se mais pelo aspecto exterior de tipo ascético que pela própria crença. Suas características eram essencialmente negativas: abster-se de toda bebida alcoólica, não cortar o cabelo, fugir das impurezas rituais, sobretudo de todo o contato com um cadáver. O nazireado podia ser de dois tipos: um praticado raramente "ad vitam" e outro a tempo determinado de livre escolha. Sansão e Samuel são os dois representantes típicos destas classes. Parece que o costume do nazireado continuou até a primeira geração cristã. As regras para o nazireado encontram-se expressas em Números, VI. O nazir era considerado como pessoa sagrada e entre os mais graves delitos estava o de obrigá-lo a transgredir seu voto.

Essênios
Fariseus
Celotes
Saduceus
Ebionitas
Caraítas
Hassidismo
Ashquenazim e Sefaradim

Informe seu e-mail para ser avisado(a)
quando esta página for atualizada

Última alteração: 30 de julho de 1998
Marcelo Ghelman

Este site já foi visitado vezes
desde 28 de abril de 1997